×

Nossa Senhora de Fátima

Nossa Senhora de Fátima

Nossa Senhora de Fátima (ou Nossa Senhora do Rosário de Fátima) é uma das designações atribuídas à Virgem Maria que, segundo os relatos da época e da Igreja Católica, apareceu repetidamente a três pastores, crianças na altura das aparições, no lugar de Fátima, tendo a primeira aparição acontecido no dia 13 de Maio de 1917. Estas aparições continuaram durante seis meses seguidos, sempre no mesmo dia (exceptuando em Agosto). A aparição é associada também a Nossa Senhora do Rosário, sendo portanto aceito a combinação dos dois nomes – dando origem a “Nossa Senhora do Rosário de Fátima” – pois, segundo os relatos, “Nossa Senhora do Rosário” teria sido o nome pelo qual a Virgem Maria se haveria identificado, dado que a mensagem que trazia consigo era um pedido de oração, nomeadamente, a oração do Santo Rosário.

Uma estátua de nossa senhora de Fátima vem sendo construída no Bairro “Barro Branco” em Crato, tem previsão de inauguração para o ano de 2014, onde a obra estará totalmente construída.
Por se tratar de um trabalho artesanal, estão atingindo o ponto mais difícil, que é a montagem da parte superior, de muita lentidão, de risco muito grande por ser um trabalho que chega a uma altura de 40 metros, onde vão atingir 42 de altura. Tem a questão do vento, tudo é minucioso, e depois vem o trabalho de pintura que será diferenciado, além da iluminação que deve durar uns trinta dias por ser toda em LEDs.

Quanto aos trabalhos na divulgação para o turismo, ou seja, as  romarias para chegar até a santa, a imprensa vai ter um papel importante nesse projeto, pois será ela que vai divulgar, assim como a Secretaria de Turismo e de Cultura do Estado. O Crato terá o maior monumento do mundo de Nossa Senhora de Fátima, e o quarto maior  do planeta.

Há um grande numero de devotos de N.S. de Fátima espalhados não só no Brasil, mas no mundo inteiro, assim as romarias vão crescendo gradativamente. A cidade do Crato vai precisar de uma estrutura maior, como aconteceu com outras cidades que tem seus monumentos religiosos, onde geram emprego e renda  para a população.

Esperamos que o mesmo aconteça com Crato e a região do Cariri.

Deixe uma resposta

Seu email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*