×

Romaria de Finados

Romaria de Finados

As romarias em Juazeiro do Norte datam de há mais de um século. Todos os anos, milhares de pessoas se deslocam de seus lugares de origem em romaria a nossa cidade, partindo de vários cantos do Nordeste e do Brasil, em direção a Juazeiro do Norte, no Ceará.

No tempo das romarias, a cidade se transforma com a recepção de visitantes em quantidade maior que o dobro de habitantes do município e, ao longo de anos, a vivência desses períodos tem sofrido influência de instituições não religiosas, que atribuem um nicho de mercado turísitico às deambulações romeiras.

É fato que os números impressionam ao longo dos anos. Estimativas apontam que há um fluxo de quinhetos a seiscentos mil romeiros durante a celebração de Finados. Romaria esta que já está sendo realizada na cidade e festejada em função da memória de entes queridos já falecidos e principalmente do fundador da cidade, Padre Cícero Romão Batista.

Um dos pontos mais visitados dessa romaria é a Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em cujo interior estão sepultados os restos mortais do Padre Cícero. Lá os romeiros da Mãe de Deus em orações e cantando benditos se aglomeram e disputam espaço para tocar o túmulo do Padre Cícero. Ultimamente esta romaria foi denominada, Romaria da Esperança, pela forte influência do trabalho dos missionários franciscanos.

Juazeiro do Norte é assim, para o nordestino e romeiro, lugar de renovação de esperanças de sua alma tão brasileira e atribulada de tanto sofrimento, lugar este em que a vela acesa e depositada em meio a tantas outras traga alívio a dor da saudade e onde se procura principalmente à conquista de uma Igreja Apostólica Romana mais enfatizada nas realidades e valores do país e do povo.

Deixe uma resposta

Seu email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*